Ir para o conteúdo

75 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

O Dia Internacional dos Direitos Humanos celebra-se, todos os anos, a 10 de dezembro. A Declaração foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em Paris em 10 de dezembro de 1948 que estabeleceu, pela primeira vez, os direitos humanos fundamentais a serem protegidos universalmente. Os seus artigos fornecem os princípios e os alicerces das atuais e futuras convenções, tratados e outros instrumentos jurídicos no que toca à defesa dos direitos humanos.

Disponível em mais de 500 idiomas, é o documento mais traduzido do mundo.

Este ano, a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 75 anos. Assim, este domingo marca o 75.º aniversário de uma das declarações universais mais inovadoras de sempre: a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). Este documento histórico consagra os direitos inalienáveis aos quais todos têm direito como ser humano – independentemente de raça, cor, religião, sexo, idioma, opinião política ou outra natureza, origem nacional ou social, propriedade, nascimento ou outro status. 

Durante 75 anos, a ambição central da Declaração tem sido infundir nas sociedades igualdade, liberdades fundamentais e justiça. A DUDH consagra os direitos de todos os seres humanos e é um modelo global para leis e políticas internacionais, nacionais e locais e um alicerce da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

Informações adicionais em: https://www.ohchr.org/en/get-involved/campaign/udhr-75

Atualizado a 07/12/2023

Voltar